PROJECTOS

Os três folhetos 
de divulgação, elaborados
 pela AFN e produzidos
 e distribuídos pela ANPC,
 estão ainda disponíveis
 para download

Download PDF

PROTOCOLO PARA CAMPANHA NACIONAL SENSIBILIZAÇÃO INCÊNDIOS

ANPC estabeleceu protocolo de parceria
com a AFN e o IFAP, no âmbito do Fundo
 Florestal Permanente, para desenvolver acções
 de sensibilização enquadradas 
no Plano Nacional de Defesa
da Floresta Contra Incêndios Florestais.

ANPC estabeleceu protocolo de parceria
com a AFN e o IFAP, no âmbito do Fundo
Florestal Permanente, para desenvolver acções
de sensibilização enquadradas
no Plano Nacional de Defesa
da Floresta Contra Incêndios Florestais.

A Autoridade Florestal Nacional (AFN), o Instituto de Financiamento
da Agricultura e Pescas (IFAP), e as três Organizações do Sector da Caça de 1.º Nível (OSC), incluindo a ANPC, estabeleceram em Maio passado protocolos de parceria no sentido de desenvolverem acções
de sensibilização enquadradas no Plano Nacional de Defesa
da Floresta Contra Incêndios Florestais.

Nesse sentido, a ANPC irá desenvolver nos meses de Julho, Agosto, Setembro e Outubro próximos, acções de sensibilização dos seus associados e demais agentes interligados com a gestão dos espaços florestais, incluindo a produção e distribuição de material informativo, realização de sessões de esclarecimento com os associados, com
o objectivo de os alertar e informar sobre os comportamentos de risco associados aos incêndios florestais, divulgando boas práticas florestais
e os principais cuidados a ter com o uso do fogo e com a protecção das habitações.

Pretende-se desta forma contribuir para um «Portugal sem Fogos» preservando a floresta, sendo a manutenção dos espaços florestais vital para a conservação dos recursos naturais, incluindo as espécies cinegéticas, e para a economia rural e nacional.
As entidades gestoras de zonas de caça, mediante os seus gestores
e guardas de caça, bem como os caçadores em geral, pela sua permanência continuada no terreno e vigilância efectuada, constituem interlocutores fulcrais
na protecção dos recursos florestais, razão pela qual se efectua agora esta campanha, procurando divulgar e dar a conhecer as medidas que devem ser implementadas e as acções a desenvolver no caso de detecção
de incêndios.
No decorrer do mês de Julho, a ANPC distribuíu 30.000 folhetos
de sensibilização para o problema dos incêndios florestais, directamente
às entidades concessionárias de zonas de caça e a todos os intervenientes
no espaço rural (proprietários, agricultores, trabalhadores rurais, caçadores, visitantes, etc.).

Proteja e usufrua da sua floresta!

Portugal sem fogos depende de todos nós!

Send this to a friend